Muitas Palavras

Muitas são as palavras
Que vêm e vão e invadem
Em vão as nossas esperanças

Muitos são os nomes
Que passam, ficam,
Nos servem, nos consomem

Nesse mundo de opressões e liberdades
Nunca é simples não ter saudades
Nunca é bom estar tão só

Como uma criança eu chamo
Clamo para que estejas sempre comigo
Te digo: ainda há um caminho

Voltemos a ser crianças
Deste mundo, não apenas lembranças,
Mas a certeza de ter estado juntos

Heitor Victor

Comentários

Postagens mais visitadas