Certa Ninfa

São grandes vivos jovens olhos
Lábios curvas pele ardente
Inflamam, ainda ilusórios
Inflamam o que jaz dormente

E eu aqui sem ti me exponho
Proponho um desejar latente
Imagem nua em meu caminho
Despido cá estou somente

Contudo sei que estou sozinho
Num divagar inconsequente
Como uma ninfa em meu sonho
Me embebeda a voz candente

Heitor Victor

Comentários

Postagens mais visitadas